Newsletter

a aa
30 01

Obesidade em cães

Publicado em 30 de Jan de 2018 por Isis Fonseca Comentar

Saiba quais os motivos da obesidade nos cães e quais as melhores formas de tratá-la!

Por Rogério Vaquero | Foto Shutterstock | Adaptação web Isis Fonseca

Obesidade em cães

Estudos indicam que mundialmente os cães estão cada vez mais obesos. No Brasil a tendência é a mesma, com 70% dos cães obesos, 20% apresentando sobrepeso e apenas 10% no peso ideal.

Para a especialista em nutrição de cães e gatos Stephanie Theodoro, tudo indica que o estilo de vida é que vem levando a esse fato. “Cada vez mais as pessoas moram em apartamentos e têm menos tempo para passear com os pets”, aponta.

Para a veterinária Daniela Mungioli, é preciso entender também qual a necessidade em oferecer tantos petiscos ao animal. “Um simples ossinho tem a porção inteira de calorias de um dia”, compara. A boa notícia, segundo ela, é que há a possibilidade de fazer os cães emagrecerem com dietas que não mexem no orçamento familiar. “Para isso, é preciso calcular com precisão as calorias que o pet consome. Não basta só trocar arroz por quinoa”, explica. Ela enfatiza que, evidentemente, há alimentos mais indicados para o tratamento da obesidade em cães. “Mas, se não for possível devido aos custos, pode-se diminuir a quantidade do que ele come e chegar ao resultado.”

Já a terapeuta comportamental de pets, Luiza Cervenka, ressalta que com a simples introdução de atividades físicas também é possível controlar a obesidade em cães. “Muitos cachorros se alimentam uma única vez ao dia. Eles comem tudo em um minuto e depois passam 23 horas e 59 minutos sem fazer nada. Impossível não ficar obeso”, analisa, enfatizando que cães mais magros são mais saudáveis e quase sempre mais felizes.

 

Saiba mais sobre a alimentação dos pets garantindo sua Revista Meu Pet Ed. 51!

 

Comente!