assine

Newsletter

05 05

Saiba tudo sobre ter uma iguana em casa

Publicado em 05 de May de 2016 por Luana Zanolini Comentar

A iguana pode ser um animal de estimação e adora colo! Vem saber tudo sobre ter uma em casa

Texto Bruna Gonçalves | adaptação Luana Zanolini | Fotos FreeImages

Saiba tudo sobre ter uma iguana em casa. Foto FreeImages.com/ eljefe79

A iguana, classificada como animal silvestre, possui temperamento tranquilo, dócil e ama colo (pode acreditar!), desde que não se sinta ameaçada. O réptil é um lagarto de grande porte que pode alcançar quase 2 m de comprimento, pesar entre 4 kg e 8 kg e viver cerca de 15 anos.

Para ter uma em casa, é preciso criar um espaço semelhante ao habitat natural. Para isso, deve-se montar um terrário de vidro com dimensões mínimas de 1 x 0,5 x 0,5 m (comprimento x altura x largura) para filhotes e de 3 x 3 x 1,5 m depois que eles forem adultos. Decore com plantas e troncos e tenha uma fonte de aquecimento, pois a temperatura deve oscilar entre 29º C durante o dia e 22º C à noite. “Iguana é um animal de sangue frio, ou seja, sua temperatura varia de acordo com a temperatura do ambiente. Por isso, a umidade do terrário deve ser entre 70% e 80%, o que exige o uso de um higrômetro (instrumento para medi-la) e o borrifamento de água algumas vezes ao dia, além de dispor de um pote com o líquido fresco”, explica Vivian Massarotto, da DrogaVET.

A iluminação também é outro item fundamental. “É importante para o metabolismo do cálcio, apetite, reprodução e a manutenção das escamas, sendo assim, o dono tem de providenciar lâmpadas de UVA e UVB (específicas para répteis). Elas devem ficar a uma distância segura do animal para evitar queimaduras, além de serem trocadas a cada seis meses e desligadas à noite”, ensina a veterinária.

Se acostumada desde cedo, a iguana pode ficar solta, mas com supervisão. “Desde que sejam atendidas as suas necessidades, como ter acesso ao sol e espaço para se exercitar e se hidratar”, ressalta Yuri Domeniconi, biólogo expert em comportamento animal e sócio-fundador do BEAnimal.

Alimentação

Se você está pensando em ter uma iguana, a alimentação do seu animal deve consistir em 90% de folhas e 10% de frutas. Aos filhotes o alimento deve estar disponível o tempo todo e na fase adulta, basta oferecer duas vezes ao dia. Verifique a necessidade da suplementação da dieta com cálcio. A recomendação maior dos especialistas é levar o seu réptil a cada seis meses ao veterinário especializado.

As iguanas adoram um colinho. Foto FreeImages.com/ Ali A

Como comprar uma iguana

De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a comercialização de iguanas só é permitida por criadores autorizados pelo órgão estadual, portanto fique atento na compra. Para isso, a recomendação é exigir a apresentação da Autorização de Uso e Manejo, documento em que deve constar o nome científico da espécie, além de nota fiscal e marcação individual do animal (microchip).

O valor pode variar entre R$ 800 e R$ 3.000, dependendo da idade e tamanho.

 

 

Revista Meu Pet | Ed.42

 

Comente!