assine

Newsletter

a aa
08 11

Entenda o ciúmes do seu cão

Publicado em 08 de Nov de 2017 por Victoria Bassi Comentar

Percebe que seu peludo é muito ciumento com você? A falta de limites, excesso de mimos e predisposição genética estão entre as causas do ciúme canino

Texto Lila de Oliveira | Foto Shutterstock | Adaptação web Victoria Bassi

São muitas as possíveis causas para o desenvolvimento do ciúme, mas a raiz do problema está no fato de que os cachorros, assim como seus ancestrais – os lobos –, são acostumados a viver em grupos e têm um instinto de proteção. “Quando eles passam a fazer parte de uma família, começam a vê-la como seu bando”, afirma Adriane Tomimassu, do Centro Veterinário Pacaembu. A veterinária explica que o cão produz ocitocina, hormônio relacionado ao ciúme humano, portanto suas interações sociais também ocasionam o problema, assim como acontece conosco nas nossas relações afetivas.

Pets de "pais" ansiosos e agitados têm mais chances de se tornarem possessivos, segundo Carla Berl, do Hospital Veterinário Pet Care. “Mas os fatores mais determinantes são o ambiente e o tipo de criação que o animal recebe”, ressalta a médica veterinária.


Ciúme ou posse?

Por conta da domesticação, é possível perceber nos peludos uma verdadeira angústia quando precisam disputar o afeto de seu dono com alguém, por isso, cientistas afirmam que não é errado dizer que existem, sim, cães ciumentos.

Revista Meu Pet Ed.46

Comente!