Newsletter

a aa
25 06

5 dicas para achar o hotel ideal nessas férias

Publicado em 25 de Jun de 2015 por Marília Alencar Comentar

Alguns cuidados garantem que a viagem dos donos também seja uma delícia para os bichinhos. Confira 5 dicas para encontrar a hospedagem ideal ao pet

Hotel ideal para seu pet

(Foto: Pinterest UK Road Trips/Reprodução)

Vai viajar e não sabe onde deixar seu pet? Confira dicas da especialista Mônica Müller, sócia do Cão Resort (www.caoresort.com.br), para escolher a hospedagem ideal para o cãozinho

1. Diversão para todos

As férias são deles também e ter os espaços certos para se divertir é essencial. Isso significa áreas de lazer adequadas para os diferentes climas, estações do ano e perfis de cachorro. É importante também separar os animais de acordo com seu porte, para a maior segurança e conforto dos menores, e limitar o tamanho dos grupos. Isso permite aos cuidadores dar uma atenção especial a cada um, com conforto, segurança e carinho. 

2. Espaço reservado para o descanso

Quando a brincadeira cansar, é importante que os cães tenham um dormitório individual para ficarem um pouco quietos e relaxados. “Eles também podem fazer a refeição sem se preocupar com outros animais tentando pegar sua comida, por exemplo”, conta Mônica. No entanto, é essencial que esse espaço seja amplo, arejado e ofereça uma visibilidade tanto da área ao redor quanto de outros pets, para que não se sintam isolados. 

3. Tempo para terapia

Alguns hotéis, como o Cão Resort, oferecem técnicas alternativas, como Reiki e tratamentos com Florais de Bach, para auxiliar o animal a ficar mais equilibrado e a diminuir comportamentos que a convivência intensa com os humanos pode trazer. 

4. Atenção às necessidades especiais

Contar com um veterinário à disposição 24 horas, oferecer banho e levar e trazer o animal até a casa são importantes para o conforto dele – e do dono. Além disso, é essencial que o hotel seja capaz de lidar com necessidades específicas, como animais que, por alguma razão, não consigam se higienizar corretamente e cães albinos, que precisam de protetor solar. 

5. Cuidado com a saúde

As áreas de hospedagem devem ser limpas com produtos específicos – desinfetantes não agressivos aos cachorros. A água para consumo deve ser filtrada ou, se de torneira, passar por tratamento. Quanto mais livres de reentrâncias e desníveis o chão, melhor para a higiene, assim como paredes azulejadas. 

Mônica faz uma última recomendação: os donos também têm responsabilidades ao deixarem seus pets no hotelzinho. Eles podem levar caminhas, brinquedos e uma peça de roupa com seu cheiro, e devem informar o histórico de saúde, alergias e comportamentos inusitados de seus cães. Precisam, ainda, fornecer o contato imediato de um responsável e disponibilizar a ração que o animal está acostumado. 

Comente!