assine

Newsletter

21 01

Cuidados que devemos ter com o macaco sagui

Publicado em 21 de Jan de 2013 por Fernanda Ruiz Comentar

Se você tem vontade de ter um macaquinho sagui, veja os cuidados que devemos ter com eles

 

Para criar um macaco é necessario a autorização do Ibama

Foto: Arquivo Pessoal

 

Primeiramente, para quem quer um macaquinho de estimação, é necessário autorização do Ibama. No ato da compra do pet, verifique se a documentação está em ordem, confira a nota fiscal com os números do registro do criador e de marcação do sagui, sexo e idade. Sem o documento, a criação estará sujeita a processos, multas e perda dos animais. O tamanho ideal para os viveiros do macaco sagui é de, no mínimo, 1,20 x 0,60 x 0,60 metros. Coloque brinquedos, cordas e balanços para os macacos manterem-se em atividade. O ninho deve ser do tipo caixa de madeira, para esconderijo e dormitório. Eles convivem bem em viveiros. Ele deve ser mantido limpo e desinfetado. Outra recomendação é vermifugar de seis em seis meses. Como ainda não existem estudos conclusivos sobre a vacinação antirrábica em saguis, alguns veterinários não indicam a aplicação de vacinas contra a raiva. No entanto, há outros que recomendam o uso de vacinas que usam a tecnologia recombinante disponível em estabelecimentos especializados.

A alimentação do sagui deve ser variada, forneça no mínimo uma fruta, como banana, mamão, maçã, manga, laranja, uva e outras frutas da época. Entre os legumes, ofereça pelo menos um tipo, como cenoura, vagem, quiabo, batata-doce, inhame e beterraba, todos cozidos sem sal. Em sua dieta inclua pedaços de carne, frango desfiado, ovos ou soja, além de queijo fresco, tenébrios ou grilos. Eles também comem arroz integral, ervilhas, lentilhas, feijão, milho cozido, iogurte, pão, bolacha de água e sal, goma sem açúcar, geleia de mocotó, girassol ou favos de mel. O leite pode ser misturado com um suplemento alimentar para humanos, encontrado em supermercados. Há ainda disponível em lojas especializadas a ração para macacos. Durante os primeiros quatro meses de vida, misture diariamente 0,5 mililitro de um calcioterápico em leite, água, iogurte ou fruta. Entre as principais doenças que podem acometer o sagui, estão verminoses, enterites, ectoparasitos e pneumonia. Sempre que necessário é importante que se procure um veterinário especialista em animais silvestres, de preferência com recomendação. 

Fonte: http://goo.gl/4QwsQ

 

Comente!