assine

Newsletter

03 09

Leite pode fazer mal para gatos

Publicado em 03 de Sep de 2012 por Rafael Trocatti Comentar

O maior mito sobre gato é sobre sua relação com o leite. Gatos não precisam de leite e muitos têm intolerância à lactose

Texto: Caroline Martin / Foto: reprodução / Adaptação: Rafael Trocatti

Gatos não precisam tomar leite
(Foto: reprodução) 

Você acha que seu gato precisa e pode tomar leite? Pois esse mito pode trazer consequências danosas à saúde do gato, como diarreia, flatulência e desnutrição. Tais males se instalam porque, normalmente, esses animais passam a ter intolerância à lactose a partir da sexta semana de vida, conforme explica Marcio Brunetto,  professor especialista em nutrição de cães e gatos: “Em geral, a produção da enzima lactase se reduz drasticamente com o crescimento do filhote. Essa ausência causa os efeitos colaterais indesejáveis.”

Ainda de acordo com ele, a regra tem exceções: felinos que não passam mal ao consumir leite estão liberados para ingerir a guloseima, mas sem abusos. “Contudo, não faz muito sentido incluir o alimento na dieta deles”, ressalta.

O médico veterinário Fabricio Lorenzini aponta na mesma direção: do ponto de vista nutricional, os gatos só precisam de leite na fase lactente, quando devem ser alimentados exclusivamente pelo leite da mãe. Passado esse período, o metabolismo dos mamíferos perde o poder de aproveitamento da lactose do leite.

Leites especiais
Vale destacar também que o leite de vaca não é o mais apropriado aos gatos. “Como é produzido por um herbívoro, é rico em açúcares (lactose) e pobre em proteínas e gorduras benéficas para carnívoros”, justifica Brunetto. Esse leite não é indicado nem mesmo como substituto de colostro aos filhotes órfãos. Para eles, existem produtos no mercado que  equivalem ao leite materno.

 

Comente!