assine

Newsletter

a aa
09 11

Diferenças entre as rações normais e as especiais para cães idosos

Publicado em 09 de Nov de 2017 por Victoria Bassi Comentar

Quer proporcionar um envelhecimento saudável ao seu peludinho? Então invista em rações especiais

Texto Bárbara Roxo | Foto Shutterstock | Adaptação web Victoria Bassi


Entre as principais diferenças das rações para cachorros idosos está a palatabilidade e a consistência dos grãos, que passam a ser mais macios para facilitar a mastigação. A composição nutricional também se altera, com a adição de nutrientes indicados para auxiliar no envelhecimento saudável dos cães. Exemplo disso são os alimentos que possuem propriedades antioxidantes, como a combinação das vitaminas C e E – que auxiliam na proteção das membranas celulares, combatem os radicais livres e melhoram as defesas imunológicas. Outros favorecem a beleza da pelagem. O enriquecimento da alimentação com vitaminas (complexo B, E,A), ômega 6, minerais (zinco, ferro e iodo), óleo de peixe e aminoácidos é uma forma eficiente de retardar o aparecimento de pelos brancos, perda do brilho e maciez, manchas na pele e maior sensibilidade.

Segundo Marcelo Quinzani, veterinário e diretor clínico do Hospital Veterinário Pet Care, as dietas geriátricas devem ter também uma redução de 15% a 20% no nível de fósforo e um ligeiro aumento no teor de cálcio, sem alteração da relação entre eles. Recomenda-se ainda a adição de alimentos funcionais, como fibras solúveis, e o uso de protetores de cartilagem. No entanto, todas as mudanças de dieta devem ser feitas de forma gradativa. “Inicia-se adicionando 25% da nova na antiga e a cada um ou dois dias aumenta-se em 25% a nova dieta, reduzindo a ração antiga na mesma proporção”, finaliza o veterinário Quinzani.

Revista Meu Pet Ed. 36

 

Comente!