assine

Newsletter

a aa
02 01

Alimentação para cães diabéticos

Publicado em 02 de Jan de 2013 por Fernanda Ruiz Comentar

Saiba como deve ser feita a alimentação de cães com diabete

Cães também podem ter diabete

Foto: Arquivo Pessoal

 

A diabete é uma doença que também atinge os pets, seus sintomas mais evidentes são de sede excessiva, perda de peso, aumento de apetite e cansaço. Se você notar que aparecem formigas sempre que o bicho urina no quintal, pode ser que há açúcar ali no líquido.

Essa doença pode ser controlada se dono adotar uma forma de alimentação adequada para seu cão, com o acompanhamento de um veterinário que irá desenvolver uma dieta balanceada para ele. 

Ao invés de alimentar seu pet apenas uma vez ao dia, refeições menores e espaçadas durante o dia ajudam a manter equilibrado o nível de açúcar. Se o seu cão é alimentado apenas uma vez ao dia, isso pode fazer com que o nível de glicose aumente e depois caia perigosamente após 12 horas. Alimentar o seu cão todos os dias na mesma hora e com a mesma quantidade.

Escolha marcas de ração, que sejam específicas para cães diabéticos. Elas já vem balanceadas para suprir as necessidades do seu cão. Leia as embalagens dos produtos para conferir se aquela comida é ou não ideal para o seu cãozinho. Alimentos com fibra são ótimos para os pets. Entre as refeições, não é bom dar petiscos para não desregular o trabalho de manutenção dos níveis de açúcar, porém não significa que ele nunca poderá ganhar uma gostosura. Converse com o seu veterinário para que ele possa indicar um lanchinho específico para cães com diabetes, dando-o ocasionalmente. Se uma refeição possui muito carboidrato complexo (amido e fibra), a glicose é lançada no sangue em um período maior e mais controlado.

Comente!